Ativei meu primeiro cliente Reev: E agora?

Hoje quero te ajudar no sucesso da primeira revenda do Reev. Esse é um momento de consolidação da parceria, portanto, é importante que esclareçamos todas as dúvidas referente à implementação.

Vamos lá?

Modelo do Serviço oferecido

Antes de começarmos a falar dos primeiros passos, é importante ter em mente o modelo de negócios da sua empresa. Apenas depois disso, você conseguirá adaptar as dicas repassadas aqui para o seu modelo de entrega.

Por exemplo, se você atuar como um Customer Success junto ao seu cliente, você irá auxiliar com onboarding da ferramenta e validação dos primeiros fluxos, além de sanar dúvidas sobre o processo que podem surgir no futuro.

Por outro lado, uma agência pode entregar o Reev para o cliente os fluxos essenciais construídos, assim como seu conteúdo, seus templates de email e, também, seus scripts de ligação.

Caso você seja uma consultoria, o Reev te auxiliará na estruturação do processo de vendas e seu cliente conseguirá caminhar com as próprias pernas depois do seu serviço.

E, por fim, se você oferece a terceirização do comercial, você e o seu time utilizarão o Reev do cliente.

Diagnóstico

Definição de ICP

Para alcançar os objetivos do cliente em vendas você precisa definir as melhores estratégias de outbound e sales engagement para o cenário dele.

E como fazer isso?

Por meio de um diagnóstico.

É necessário levantar, por exemplo:

  • Qual o ticket médio dele;
  • Como está o mercado que ele atende;
  • Quem são os seus principais clientes;
  • Quais são os principais benefícios da sua solução;
  • Quais dores ele resolve;
  • Quem é a sua persona;
  • Quem é seu Perfil de Cliente Ideal, entre outros.

A partir disso você conseguirá definir a sua estratégia de Inteligência Comercial, assim como o qual segmento que seu cliente deve prospectar, tornando mais fácil saber onde encontrá-lo e como abordá-lo.

Para definir o ICP, você deve considerar quem são os clientes atuais do serviço oferecido e, dentre eles, quais alcançam os melhores resultados e quais geram mais receita.

A fim de facilitar esse diagnóstico, a Outbound Marketing & Reev criou uma ferramenta gratuita com a Rock Content, o Gerador de ICP.

É uma ferramenta gratuita onde vamos fazer algumas perguntinhas e, baseado nas suas respostas, geramos um documento em PDF sobre quem é seu Perfil de Cliente Ideal e como alcançá-lo.

Essa dica é super bacana para quem está começando! Além disso, vale a pena conferir o questionário se você quiser se inspirar para criar o seu 🙂

Definição de Estratégia e Direcionamento de Inteligência Comercial

Com o ICP em mãos, você consegue direcionar para o seu cliente quais são as melhores formas de levantamento de leads, caso esse serviço faça parte do projeto.

O trabalho de levantamento de leads não é simples, mas ele pode ser bem mais prático quando temos essas informações que conversamos anteriormente.

Antes de tudo, considere o budget do seu cliente e o mercado ao qual ele quer prospectar.

Hoje existem ferramentas com uma base de dados bem completa para fazer um levantamento de contatos eficiente, além de outras complementares a esse processo, como as de validação de email.

Nesse sentido, o Reev possui hoje uma funcionalidade adicional para a geração de leads que preza pela qualidade dos contatos levantados. O LeadGen e o Data Enrichment.

Se o segmento está presente no meio digital, essas duas funcionalidades do Reev podem ajustar bastante na mineração de dados.

Quanto mais qualidade você destina aqui para o trabalho de inteligência comercial, você ganha ao longo da venda, pois será mais fácil fazer com que seu lead veja valor na solução e caminhe nas etapas do funil, do que se ele não tivesse o perfil para a compra.

E as informações extras do lead, que você levantar por meio da inteligência comercial, como um post que ele já fez, o seu cliente pode utilizar de diversas formas na prospecção. Em um template de email, para quebrar o gelo na cold call ou numa interação em rede social ou LinkedIn.

Mas e se o segmento que será prospectado não estiver presente no universo digital nem nas plataformas de big data?

Você e seu cliente podem utilizar até o Google Earth como uma estratégia de levantamento de lista. No nosso blog há diversos reviews sobre ferramentas de inteligência comercial 😉

O ideal é que você, parceiro, faça a validação da melhor ferramenta ou combinação delas para o seu cenário e o dos seus clientes!

Portanto, não se preocupe!

O céu é o limite.

Onboarding – Treinamento de Utilização do Reev

Esse é um momento crucial na garantia do sucesso do seu cliente com o Reev.

Mas, pode ficar tranquilo! Nós do time de parcerias vamos te ajudar nas primeiras três revendas 🙂

Você pode auxiliá-lo nas configurações mais técnicas caso ele use algum CRM e/ou plataforma de automação de marketing que o Reev possui integração.

Além disso, ajude-o a subir uma assinatura, criar algumas categorias e tags para o seu processo.

Faça um onboarding mais direcionado de acordo com o que você levantou que são as necessidades do seu cliente.

Assim, ele enxergará valor na plataforma e no seu serviço!

Construção do Conteúdo dos Templates e Criação das Cadências

Depois que o seu cliente já domina utilizar a ferramenta, chegou a hora de auxiliá-lo na criação das primeiras cadências.

Para isso, é preciso que os fluxos estejam bem alinhados com o objetivo e com o ICP.

É importante analisar as cinco características que interferem as suas cadências: as tentativas de contato, os meios de comunicação, a duração, o espaçamento e o conteúdo.

Assim, se o seu cliente prospecta o segmento X, Y e Z, é importante que ele tenha três fluxos diferentes para que ele consiga direcionar a comunicação.

Depois que a primeira cadência estiver pronta, seu cliente consegue criar os próximos com base naquele que já existe na biblioteca. Esse Reev é maravilhoso, né? 🙂

Além disso, para facilitar ainda mais, o eduque para sempre inserir os contatos de cada segmento agrupados na tela CONTATOS > GRUPOS.

Fazendo isso, ele conseguirá inserir contatos de forma ainda mais fácil em um fluxo, além de ter uma estratégia de indicadores para cada grupo. O que ajuda bastante na hora de fazer uma análise do processo.

Para otimizar os resultados do seus clientes com o Reev, é preciso explorar a plataforma da melhor forma possível, sendo assim, trabalhar o engajamento em vendas como um todo.

Mas, o que isso significa para você e para o seu cliente na prática?

Quer dizer que vocês podem fazer fluxos de prospecção, de confirmação de call, remarcação, reengajamento, fechamento, recuperação e até mesmo de indicação para quem já for cliente.

Além disso, se o seu cliente possuir uma estratégia de Inbound, os fluxos de Inbound e de fishing na base são um caminho para se conectar com os leads.

E se você percebeu que seu cliente tem uma base grande de contatos que avançaram no ciclo de vendas, chegaram até a receber o contrato, porém nunca fecharam. Lance mão de um fluxo!

Não podemos perder o lead ao longo do funil, combinado?

Na figura abaixo, você consegue ver, de forma bem prática, o que estamos conversando.

Não fique preso a apenas uma cadência. Faça teste A/B!

É só usar a mesma estrutura do primeiro fluxo e alterar alguns detalhes para que você consiga medir o que gerou melhor resultado.

Por fim, deixe claro a ele que otimizações são sempre bem vindas, além de necessárias. Afinal, não existe receita de bolo para vendas.

Por meio dos indicadores no Dashboard, é possível analisar os resultados do seu projeto com o cliente.

Acompanhamento

Somado ao fato de que o aumento da receita é importante, com a entrada de novos clientes, está a manutenção dela, principalmente, pela retenção deles.

Agora é a hora de garantir recorrência para o seu serviço 🙂

Para isso, realize o acompanhamento do processo de Outbound e Sales Engagement junto ao seu cliente.

É claro que no começo você, provavelmente, fará isso com maior frequência, mas depois você pode espaçar mais esse feedback.

Com sua conta de gestor de acompanhamento, separe um tempinho do seu mês para dar uma olhada se seu cliente está adicionando contatos na plataforma, se está rodando os fluxos e se está conseguindo agendar reuniões (é só verificar se no dashboard há últimas conexões feitas).

Se ele estiver fazendo isso, sucesso!

Se não, é importante ficar mais próximo dele, pois é uma situação que exige maior atenção para que ele veja os resultados que ele almejava com a ferramenta.

Conteúdos

Por fim, indique conteúdos!

Quanto mais maduro o seu cliente for, mais engajado ele fica com o projeto, além de potencializar seus resultados.

Assim, caso você tenha uma estratégia de conteúdo, separe alguns que se encaixam no cenário dele e o aconselhe a dar uma olhada.

Se você quiser utilizar conteúdos do Reev e da Outbound, fique à vontade! Temos o nosso blog e os certificados de Outbound Marketing e Sales Engagement que são gratuitos 🙂

Conclusão

Espero ter te ajudado nesse momento tão bacana que é a ativação do primeiro cliente e o ponta pé inicial para crescer ainda mais no nosso Programa de Parcerias!

Se ficou alguma dúvida, pode contar comigo!

E tem uma oportunidade em vista para utilizar o Reev?

Você consegue cadastrá-la aqui mesmo no Portal de Parceiros. Só ir em VENDAS > CADASTRO DE NOVAS OPORTUNIDADES.

Pular para a barra de ferramentas